O ridículo: foragido dá ‘ultimato’ a Bolsonaro

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Foragido desde sexta-feira – que beleza, hein, Polícia Federal! – o tal Zé Trovão, herói do bolsonarismo, vai às redes sociais com um ultimato ao presidente da República:

— Se o senhor quer que a gente libere as estradas, grave um vídeo, com data e hora, e peça.

É o “pedido impresso”, o nonsense total a que este psicopata nos levou, com seus chamados à desordem e ao golpe.

Bolsonaro, com vergonha de mostrar a cara, tinha gravado um áudio dizendo que a paralisação das rodovias e pedindo ” se for possível, para liberar, tá ok?”.

Mas não bastou, um dos energúmenos de sua tropa de choque disse que a gravação era falsa e o “general” Trovão exigiu a “prova de vida”.

Vejam a situação a que chegou um homem que, depois de ameaçar, ameaçar e ameaçar já está desacreditado até entre a turma de brutos que transformou em personagens da vida política brasileira.

É claro que este personagem caricato, cowboy arruaceiro, só está solto porque foi ordenado à PF que não o prendesse. É ele quem seria, nas palavras de Bolsonaro, “mais um preso político”, porque comandar um bloqueio de “tanques rodoviários” em todas as estradas do Brasil é, claro, um “direito” de liberdade de expressão”, assim como exibir pistolas, rifles e tacos de beisebol para “atacar os demônios”.

Tijolaço

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

- Categoria 1
- Categoria 2
- Categoria 3
- Categoria 4